Branding: construindo marcas fortes!

julho 17, 2017
by Ready to Do

branding

A cada dia que passa, o mercado se torna cada vez mais competitivo. Empresas que tinham boas qualificações e produtos satisfatórios estão perdendo força, enquanto outras conseguem se manter mesmo nas piores condições.

Então, o que faz uma marca se destacar atualmente? O que é preciso para construir uma marca forte?

E a resposta é branding!

E é esse assunto que trataremos com você hoje.

Primeiramente, ressalto que não existe necessariamente uma fórmula mágica. Por mais que você tenha o conhecimento técnico sobre como construir uma marca forte, os atributos que trazem uma marca ao sucesso são muito mais complexos; normalmente fruto de muito trabalho, pesquisas e processos muito mais aprofundados. Trata-se de uma construção a longo prazo.

O objetivo é que esse conteúdo lhe deixe mais crítico e lhe ajude a aproveitar ainda mais as oportunidades.

MAS, AFINAL, O QUE É BRANDING?


branding

Branding refere-se à gestão e à construção da marca. Brand-ing – “brand”, do inglês, que significa marca; e “ing”, que representa um verbo no presente contínuo; em outras palavras, um processo que nunca acaba, que se estende e que está em constante mudança a cada ciclo.

Elaborando um pouco mais, branding é a estratégia que sua empresa irá tomar para definir desde a cor da marca e o logotipo até o produto e o público-alvo; e, assim, ter uma diferenciação e um posicionamento de marca no mercado.

Branding não é um termo novo, já tem sido usado há cerca de 20 anos. Toda empresa utiliza Branding, a diferença é que algumas só não conhecem o termo, mas fazem, visto que todo o ponto de contato desenvolvido entre a marca e o cliente de alguma forma constrói a sua imagem.

Porém, quando se trabalha conscientemente uma estratégia de branding, a diferença é que você tem controle e planejamento sobre isso, aumentando suas chances de sucesso.

Por que ele é tão importante?

Sem uma estratégia de branding é muito mais difícil uma empresa alcançar grandes patamares no mercado, já que estamos falando da construção e da gestão de uma marca.

O processo, que visa a construção da marca, traz personalidade para a empresa e para o produto; e isso aproxima o público-alvo, pois ele deve se identificar cada vez mais com ela.

A construção dos valores de uma marca pode tornar a própria marca o bem mais valioso de uma empresa – como acontece, por exemplo, com a Coca-cola com a Apple, que suas marcas valem mais do que seus próprios ativos físicos.

E essa construção não é uma tarefa fácil. É algo que demanda dedicação e tempo, investindo em novas formas de se comunicar e manter contato com todos os stakeholders; porém, o retorno financeiro direto – bem como os indiretos – pode ser incalculável.

E O QUE CARACTERIZA UM BOM TRABALHO DE BRANDING?

Muitos fatores influenciam na construção de branding. Separamos, então, alguns deles para que você possa avaliar o caminho que a sua marca está tomando.

Autenticidade


Seu produto precisa ser autêntico. Mesmo que ele não tenha um diferencial perante os concorrentes, as pessoas têm de olhar para sua marca e compartilhar dos seus valores.

A soma de todos os seus contatos com os stakeholders deve conseguir entregar, mesmo que inconscientemente, a missão, a visão e os valores da empresa. É a partir da personalidade que a marca cria para si, que ela começa o seu caminho para ser autêntica, para ter uma “cara” única, com sua filosofia e seu jeito de ser e, assim, estabelecer uma conexão mais próxima com o público que compartilha dessas ideias.

Relevância


Tem de atender a uma necessidade! O produto deve atender a um desejo que já existe dos consumidores ou, para alguns casos, despertar neles uma nova tendência de consumo.

Realize uma análise mercado e descubra melhor o que o cliente precisa e se o seu produto atende a essa necessidade dele de modo satisfatório, e com um argumento coerente que o faça escolher você e não seu concorrente.

As pessoas precisam entender o que você está produzindo, o que você faz e quem você é. Ter uma clareza de por quem você quer ser visto, como você quer ser visto e como você é realmente visto é essencial para seguir no caminho certo.

CONSTRUÇÃO E GERENCIAMENTO DE BRANDING


branding

Quando estamos falando de construção e gerenciamento de branding, estamos falando de como a empresa quer ser vista pelos consumidores e como ela quer estar posicionada na mente deles. Isso envolve diferentes etapas e, neste texto, vamos abordar algumas das maiores preocupações que uma empresa deve ter para manter e construir uma marca com valor.

Lembre-se do que a sua marca representa


branding

A construção de uma marca forte a longo prazo requer estratégia e planejamento, e justamente por ela ser de longo prazo torna-se relevante que as pessoas envolvidas em qualquer etapa revisitem com frequência os valores e a missão da empresa/produto.

A comunicação precisa manter-se íntegra e coerente ao longo dos anos e o cuidado deve ser ainda maior nos momentos em que houver troca de pessoas, pois os novos que estão chegando podem não compartilhar da mesma visão ou até desconhecer o que está sendo construído há muito tempo.

Essa é uma preocupação que deve também envolver o negócio, as atitudes por trás de cada decisão e de cada líder, respeitando o momento de cada marca e mercado, e deve sempre construir um caminho na direção de seus valores.

Esse é um dos motivos de muitas empresas procurarem profissionais com longos anos na casa para os maiores cargos.

Posicionamento de marca


branding

Posicionamento de marca é a maneira como a empresa quer ser vista pelos olhos do consumidor, mas nem sempre ela ocupa o espaço desejado na mente deles.

Então, uma atitude a ser tomada antes de implantar novas medidas de comunicação é saber como sua marca é vista e se está entregando suas mensagens de forma correta.

O importante, aqui, é parar e pensar sobre qual posicionamento sua marca quer ter na mente do seu público e, a partir disso, descobrir se a comunicação atual está contribuindo de forma clara. Lembre-se de compartilhar sentimentos e sensações, responder a desejos dos seus consumidores, sejam eles ligados ao que seu produto entrega ou à vida desses consumidores.

Elaborar uma boa estratégia de posicionamento é fundamental para manter e nutrir uma marca forte. E por ser um assunto bastante complexo, elaboramos um post que fala exatamente sobre 3 perguntas que ajudam em um posicionamento de marca.

Valor e preço


branding

Preço é o que você paga; valor é o que você leva!

O que faz um produto ser mais caro que outro? O preço ou o valor?

O que faz uma pessoa pagar mais caro em uma camisa autografada ao invés de comprar a mesma camisa sem esse autógrafo por um preço inferior?

A resposta é valor!

O preço de um determinado produto é definido através do valor que foi agregado a ele.

Valor reflete o sentimento que o consumidor tem ao adquirir um produto e essa conversão pode determinar se esse valor será mais elevado ou mais baixo. É o que acontece, por exemplo, no caso de uma camisa autografada pelo seu jogador de futebol favorito.

Assim, o valor define o preço!

Não é à toa que as marcas, quando divulgam seus produtos, contratam celebridades. Um exemplo disso é a Nike, que tem como um dos seus embaixadores o ex-jogador de basquete Michael Jordan.

Ele representa e compartilha de forma muito clara e direta os valores da marca e os sentimentos do seu público-alvo. E isso facilitou para o consumidor assimilar os valores da Nike, já que eram tão visíveis e traspassados por esse atleta.

Esse é um dos processos da criação de valor. A pessoa que for representar a marca precisa endossar para o cliente as qualidades do produto e o quanto isso fará diferença na vida dele. Mais do que isso, o produto deve compartilhar um sentimento, uma satisfação, o status ou a realização desse embaixador.

Vender um produto com valor está relacionado a superar as expectativas dos consumidores, entregando, além de atributos funcionais, atributos emocionais. Quanto menos racional for a decisão de compra, maior a chance de um produto ter um valor maior.

Marketing 3.0 está fortemente ligado a criação de valor, porque visa contribuir para valores humanos – o que consequentemente cria uma visão altruísta da empresa na mente do consumidor. E esse altruísmo, por sua vez, agrega valor à marca, empresa ou produto.

DICA EXTRA:


Rebranding: se achou que sua empresa está em outro caminho ou percebeu que a mensagem que você está passando não é exatamente a desejada, sempre existe a possibilidade de mudar.

A Ready to Do passou por isso quando percebeu que sua marca e discurso estavam focados nos diferenciais de agilidade, enquanto seus consumidores procuravam a agência pelo fato de conseguir se adaptar e se moldar às necessidades de cada projeto, independentemente dele precisar de agilidade ou não.

Com o reposicionamento e o novo nome, a Ready to Do alinhou sua comunicação e discurso ao que ela realmente faz, entregando o valor que o target espera e sempre procurou em nós.

contato-readytodo

Outras publicações da categoria: branding